A VOCÊ LÍDER DE EXCELÊNCIA

O líder tem um papel fundamental em tempo de turbulências. Ele precisa agir como um guia para as pessoas de sua equipe, pois nessas horas elas tendem a ficar perdidas, ansiosas e com pouca capacidade de produção. Tem de saber avaliar, aconselhar, motivar, gerar comprometimento no grupo e saber encontrar forças dentro de si mesmo, pois também estará no meio do furacão. O verdadeiro líder deve ser capaz de transmitir esperança, e isso significa fazer a equipe acreditar no futuro.

PR. ALBERTO MACIEL CARNEIRO

terça-feira, 26 de outubro de 2010

domingo, 3 de outubro de 2010

Um lider com a visão de Deus do seu Interior fluirão vida

Um lider com a visão de Deus do seu Interior fluirão vida

O homem me levou de volta até a entrada do Templo. Debaixo da entrada, saía água que corria na direção do leste, pois o Templo dava frente para esse lado. A água corria por baixo do lado sul do Templo, ao sul do altar. Então o homem me fez sair da área do Templo pelo portão norte e me levou pelo lado de fora até o portão que dá para o leste. Um riacho saía do lado sul do portão. Com a sua vara de medir, o homem mediu quinhentos metros na direção da correnteza, para o leste. Ele me fez atravessar o riacho ali, e a água chegou aos meus tornozelos.Em seguida, ele mediu mais quinhentos metros, e a água subiu até os meus joelhos. Mais quinhentos metros, e a água chegou até a minha cintura.Finalmente, mediu mais quinhentos metros, e o rio era tão fundo, que eu não podia atravessar. Era fundo demais para ser atravessado, a não ser a nado.Aí ele me disse: —Homem mortal, preste muita atenção em tudo isso! Então o homem me levou de novo para a margem. Quando cheguei lá, vi que havia muitas árvores nos dois lados.Então ele me disse: —Esta água corre para o leste e desce até o rio Jordão e até o mar Morto. Quando entra neste mar, ela faz com que a água salgada do mar vire água doce.

INTRODUÇÃO

Este texto e parte de uma visão que se inicia no capitulo 40.1-4, que é revelada e compreendida pelo profeta Ezequiel narrando o seguinte: “Naquele dia, senti a presença poderosa do Senhor. Numa Visão...Vá contar tudo o que você está vendo”. Para falarmos sobre avivamento e crecimento cristão, liderança espiritual, precisamos compreender em primeiro lugar a visão de Deus para nossas vidas, que nos mostra-ra a missão nos dada pelo nosso Senhor Jesus Cristo, sendo assim caminhando nesta missão teremos uma renovação de mente que nos fará descobrir qual é a boa, agradavel e perfeita vontade de Deus em nossas vidas (Rm. 12.1-3). Para isto precisamos desvendar algumas simbologias deste texto de Ezequiel, desmitificar a visão e trazer para a praticidade da Palavra de Deus e contextualiza-la aos nossos dias atuais. Com isso precisamos descobrir o siginificado da Visão, Templo, água purificadora que flúia do templo e do altar e percorrer com Ezequiel o caminho para o Rio aos tornozelos, joelhor e cintura e efim cobrindo a cabeça do profeta o obrigando a nadar.

01. A Visão nos conduz a conquista de nossos propósitos

· A visão na otica da Palavra é não ver nada para que Deus nos faça ver tudo: “E Saulo levantou-se da terra e, abrindo os olhos, não vio a ninguém...E esteve três dias sem ver...” (Atos 9.8-9). “E logo lhe cairam dos olhos como que umas escamas, e recuperou a vista; e levantou-se, foi batizado” (Atos 9.18). Sem a visão de Deus, andamos pela visão da mediocridade, da vontade da carne e manipulados pelo sistema governado por lúcifer.

· A visão pode levar as conquistas como pode nos levar para a derrota. Abraaão foi impusionado pela visão de Deus. Disse Deus a Abraão: “Olhe bem para todos os lados, toda a terra que você esta vendo, será da tua semente e farei de ti uma grande nação” (Gn. 13.14).

· Se queremos chegar em algum lugar nesta vida devemos ter visão em CRISTO. “Olhando para Jesus, auto e consumador da fé...” (Hb. 12.2).

Os olhos são os orgãos senssoriais, os olhos capuram a luz que incide, sobre as retinas dos olhos que é uma superfície parabólica do tecido vivo formado por células fotorrecptoriais de luz que captam a luz e transformam essa energia luminosa em impusos nervosos que adentram pelo nervo optico, ou seja os olhos captam as imagens mas quem vê mesmo é o cerebro.

02. Compreendendo o templo e da água que flui do templo onde há um altar

· Temos que deixar de sermos templistas e compreendermos que nós somos o templo onde Deus habita. “Certamente vocês sabem que são o templo de Deus e que o Espírito de Deus vive em vocês” (Ico. 3.16)

· Temos que entender que essa ÁGUA é a presença de Deus (JESUS) está dentro do templo (Nós) para fluir para nosso proximo.

· O ALTAR é nosso coração, e o coração é que determina a qualidade da água boa ou suja e as motivções corretas. “Porque do Interior do homem saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, a avareza, a soberba, todos estes males procedem de dentro e contamina o homem” (Mc. 7.20-23). Todo templo tem que ter um altar. Na Nova Aliança, o verdaeiro altar é o nosso coração.

· De qual fonte estamos bebendo água? (Mulher samaritana) João 4.1-42 “Jesus respondeu e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede, mas aquele que beber da água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna”;

· Quanto tempo estamos esperando pelos outros e pelas águas do comodismo (PARALISADO o homem no tanque de besteda); (João 5.1-14)

03. Aguás até os tornozelos

· Tornozelos simoblizam articulação. (MISSÃO RADICAL IDE)

· Direção para onde queremos chegar “Deixando as coisas que para traz ficam, prossigo para o alvo....” (Fl. 3.12-14)

· Pés podem simbolizar disposição e humildade de servir (Jesus lavou os pés dos discipulos) (João 13.9)

· Disposição de caminhar com Cristo: O DESAFIO SEGUIR A JESUS (Lucos 18.22);

· Maria ficou aos pés de Jesus e encontrou: Paz, Amor, segurança (Lc. 10);

04. Aguas até os joelhos

· Joelhos simbolizão estabilidade

· Proskineo – grego siginifica – sempre adorar – (Fl.2.10)

· De joelhos Daniel venceu a cova dos leões, a perseguição, o mundo babilônico;

· Somos grandes quando nos dobramos e buscamos nosso Deus;

05. Águas até a Cintura

· Simbolizam o equilibrio, região do corpo onde se concentra a força e equilibrio;

· Crescendo para baixo a medida que crescemos para cima;

· Aprendedo a discinir o que é natural e consequencia dos nossos erros e as situações espirituais;

06. As águas acima da cabeça

· O lider florece para levar avivamento ao seu redor (GCEM);

· Liderança com coração de servos (Comunhão com Igreja e irmãos);

· Amor pela obra de Deus e sua palavra (Intimidade e relacionamento com Deus) ;

· Casamento solidificado e a familia se torna prioridade (Livres e curados de alma);

· Profissionalmente agregador e colaborativo (prosperidade)

· Vida de adoração e Santidade (carater de Jesus)

· Ganhando vidas e cuidando muito bem delas (Missão IDE)

· Passamos a ser o canal onde o Rio passa (Interior) levando avivamento para nossa geração;

· Amor pelas almas perdidas e desejo de liderar GCEM;

CONCLUSÃO

· Você tem sido aberto para ser um templo onde flui a presença de Deus?

· Como está seu altar?

· Onde as águas do Senhor já chegaram em tua vida?

· O que jorra do seu coração? Água de leva vida ou que destroi e dissimina maldade?

· O que te impede de mergulhar? Do que você tem medo?

· O que os teus olhos estão vendo? Pela fé ou você está cego pelo mundo?

“Se crers verás a glória de Deus....

PR. ADOLFO CESAR BATISTA DA SILVA

Vivendo como a palmeira

Vivendo como a palmeira

Salmos 92.12,13

“O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano.

Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus”

Introdução

  • O salmista quando expressa que o justo florescerá como a palmeira, salienta um estilo espiritual de vida com Deus.
  • Ao entendermos esse tema desejaremos mais do que nunca viver nessa terra como a palmeira.

Vamos entender porque o Salmista disse:

  • Palmeira:

ž Substantivo feminino

ž Nome comum a todas as palmáceas.

  • Palmácea:

ž Espécie das palmáceas, família de árvores de tronco indiviso e liso, e grandes folhas.

ž Sabemos que a Bíblia esta cheia de linguagem figurada para que tenhamos uma melhor compreensão do plano de Deus para nossa vida.

ž O salmista declara que os filhos e filhas de Deus que andam em retidão florescerão e frutificação como a palmeira.

ž É importante entender que palmeira citada pelo salmista é a mesma Tamareira que produz tâmaras.

  • Tamareira:

ž Palmácea de grande porte, originária da Ásia e África.

ž A palmeira e a Tâmara em Israel são muitas e é a única árvore que suporta as ventanias e as tempestades.

ž O vento vem e a joga para um lado e para o outro.

ž A tamareira se enverga e balança muito seus galhos, mas não se quebra e não é arrancada, no fim de cada tempestade ela permanece firme e em pé.

ž Os cientistas de Israel queriam muito saber por que a palmeira ou a tamareira era tão resistente as tempestades e nenhum vento forte podiam arrancá-la,

ž então começaram a cavar ao seu redor e descobriram que a palmeira pode chegar 25 metros pra cima e a mesma metragem pra baixo.

ž A lição que temos no resultado dessa pesquisa, nos faz entender porque o Deus eterno deseja que sejamos justos e vivamos como uma palmeira.

ž Sabemos que enquanto estivermos nesse mundo enfrentaremos muitas tempestades o maligno continuará a sopra o vento destruidor como o fez sobre a casa do primogênito de Jó matando os seu seis irmãos e três irmãs,

LIÇÕES DA PALMEIRA PARA NOSSAS VIDAS HOJE

1. Não é arrancada com as ventanias

ž Os ventos fortes do deserto e na região do oriente médio não arrancam as tamareiras.

ž O crente como a palmeira pode ser atingido pela tempestade mas não pode ser arrancado pois está firme no Senhor.

ž Mas todo aqueles que andarem em justiça serão como a palmeira, balançarão, mas não se quebrarão, por que tem raízes profundas.

2. Da mesma altura, é sua profundidade.

ž Estamos vivendo tempos que os servos de Deus só querem viver de contemplações e não querem ter compromisso de se aprofundarem na Palavra de Deus.

ž Nós precisamos ter experiências com Deus.

ž Só poderemos suportar os vendavais da vida se vivermos com profundidade na palavra.

3. Ela cresce para baixo

ž Exemplo do bambu chinês. Seus 4 primeiros anos é de crescimento para baixo, fortalecendo suas raízes, depois com 1 anos ele cresce para cima.

ž (João 3.26,30) Os discípulos de João Batista disseram para ele que apareceu um homem muito poderoso, até mais do que ele que pregava mais, orava mais e fazia muitos sinais, a saber Jesus Cristo, então João respondeu: Importa que ele cresça e que eu diminua.

ž Crescer pra baixo

ž Tem muita gente que quer ter vitoria em tudo,

ž quer que tudo seja um sucesso na sua vida com Deus,

ž mas não quer crescer para baixo,

ž não quer começar por baixo,

ž não quer se encurvar, se humilhar, se render,

ž com isso até constroem algumas coisas, mas sem profundidade na raiz, ai vem o vento da vida e do maligno e arranca os seus sonhos e conquistas.

ž Jesus disse a Zaquel: “desse”

ž A expressão de João Batista é honrada pelo próprio Jesus quando disse:

ž “Eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João Batista; mas o menor no reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28)

ž João foi o maior profeta na terra disse Jesus, mas esse maior tinha raízes para baixo de humildade e submissão entendendo que a cada dia ele diminuía mais diante de Jesus.

ž O tamanho de suas conquistas deve ser do tamanho das suas raízes com Deus.

ž Crente sem raiz será derrubado em algum vendaval, é necessário que se cresça na profissão, no amor, na sociedade, no ministério, em fim na vida, mas que na mesma proporção se aprofunde em humildade, santidade, obediência e fidelidade a Deus.

4. Florescerá como a palmeira

ž João 15.16 - ...designei pra que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça.

ž Quais a flores que você tem dado no jardim do reino de Deus?

ž Pessoas que tem evangelizado, seus Discípulos, lideres que tem formado.

ž Como seus discípulos tem suportado os vendavais da vida?

ž Estão permanecendo plantados na igreja?

ž Você tem cultivado e cuidado de seus discípulos?

ž “Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus”

ž O crescimento firme como a palmeira, que pode suportar as tempestades e as lutas da vida.

ž Aquele que tem raízes na casa do Senhor, com vida no altar, dízimos e ofertas no altar, adoração no altar, testemunho no altar e oração no altar da casa do Senhor...

ž ...Florescerá como a palmeira.

Quanto vale uma vida pra você?

ž O justo florescerá!

ž Florescerá nos átrios do Senhor.

ž Florescerá na sua vida profissional;

ž Florescerá na vida familiar;

ž Florescerá na vida conjugal;

ž Florescerá na vida ministerial.

ž Deus tem um ministério na sua vida.

ž florescerá ganhando vidas para o reino de Deus.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

ADORAI! NÃO PERCAM DIAS 15,16 e 17 de OUTUBRO/2010

video

ESTAMOS DESESPERADOS POR DEUS?


ESTAMOS DESESPERADOS POR DEUS?

Introdução:

O poeta da vida Davi descreveu essa cena da corça farejando água, sob a areia do deserto, do seguinte modo: “Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, ... “ (Salmos 42:1-2).

Uma corça sedenta e exausta caminha pelo deserto. Logo, o animal avista a imagem de um lençol d’água sobre a areia. Começa a correr desesperada ao encontro da única substância que pode matar sua sede.

A corça é um animal de pequena estatura, arisco e de costume migratório. E uma característica interessante: a corça não suporta o confinamento. É um animal dotado de olfato privilegiado que lhe possibilita sentir cheiro de água a quilômetros de distância. É capaz ainda de perceber, metros abaixo da superfície, a existência de um lençol de água.

Em regiões desérticas da África e do Oriente Médio, empresas construíram quilômetros de aquedutos sob a superfície terrestre. E as corças sedentas, ao pressentirem a água jorrando pelo interior dos dutos, correm por cima das tubulações na tentativa de encontrarem a nascente, ou então um possível local por onde essas águas pudessem ser alcançadas.

1. A CORÇA NÃO ACEITA O CONFINAMENTO

Continuamente, todos os dias. Não se permitindo acomodar e fugindo do confinamento.

E nós? Estamos desesperados por Deus? Temos sede de sua presença? Temos corrido, buscado e nos desesperado por mais dEle em nossas vidas? Temos buscado na fonte certa, diariamente? Ou temos nos contentado com a mediocridade do nosso "confinamento"?

Cada um de nós pode ter seu próprio “confinamento”. Coisas que nos prendem e nos impedem de sair em busca da água fresca que tanto precisamos. Podem ser pessoas, situações ou até mesmo “pequenos reinos” que construímos para nós mesmos (“meu emprego”, “meu ministério”, “meu evento”, etc).

Em outra situação a corsa suspira por água quando está fugindo de seu predador. Sua salvação se encontra na água, onde esconde suas pegadas e seu cheiro do predador. Mergulha na água e é salva.

2. A CORÇA VAI SAI E CORRER ATRÁS DE SEU OBJETIVO

Precisamos, como a corça, sair e correr. Precisamos de olfato aguçado para ir na fonte certa, que é Cristo. Afinal de contas, existem fontes sem água (II Pedro 2:17), e nuvens sem água (Judas 1:12).

3. A CORÇA TEM SEDE

A palavra de Deus diz: “quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida." (Apocalipse 22:17).

Note que nesta passagem, Davi faz uma comparação. A sede dele pelo Senhor era comparada ao anseio de uma corça pelas águas. Em se tratando de um homem “segundo o coração o de Deus”, creio que esta comparação pode servir de parâmetro para nossa própria busca. Mas enfim, como é que a corça suspira e anseia pelas águas? É com desespero. Gritando, correndo, buscando, farejando. Com sede. Com olfato privilegiado para localizar a fonte certa.

4. VOCÊ TEM SEDE DE DEUS!

· Sl 42:1,2 Como suspira a corça pelas correntes de águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando irei e me verei perante a face de Deus? Sl 63:1 Ó Deus, tu és o meu Deus Forte, eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti, meu corpo te almeja, como terra árida, exausta, sem água.

· Como as pessoas demonstram que têm esta sede de Deus? A religiosidade é a principal demonstração.

· O jovem rico era muito religioso e praticava boas obras, porém sentiu que lhe faltava algo. Sua religiosidade não saciava sua sede espiritual e, ainda, encobria seu amor pelas riquezas – Lc 18:18-23.

5. JESUS, A FONTE DE ÁGUA VIVA!

· João 4:14 e 7:37-38 – Deus enviou Jesus para saciar a sede espiritual do homem.

· Ap 22:17 e enfatize o convite do Senhor: aquele que tem sede venha e beba de graça da água da vida!

Conclusão:

Graças a Deus pela água da vida que inundou nossas vidas. Em Jesus temos um manancial de águas onde podemos nos abastecer! Aleluia!